Redes Sociais

Livro comemora 180 anos de imigração alemã no Paraná

Portelinha entre os atores com trajes de época
O livro “Imigração Alemã no Paraná – 180 Anos” foi lançado oficialmente no salão da Igreja Luterana, de Rolândia, na quarta-feira 28 de novembro. O evento de lançamento reuniu os co-autores do livro Alfred Pauls, Divanamir de Oliveira P , Irmão Estevão Muller, Marcos Nestor Stein, Marli Uhlmann Portes, Marlon Ronald Fluck Waldir Gregory e, também, a historiadora e escritora Cláudia Portelinha Schwengberg, responsável pelo capítulo que trata da imigração em Rolândia. O livro apresenta uma versão literária das mais interessantes tanto pelo seu caráter narrativo, como pela ilustração da época da imigração. O evento reuniu muitas pessoas da comunidade rolandense e autoridades locais.

Harto Witeck, coordenador do livro, disse que a obra, além de assinalar o transcurso dos 180 anos, tem a tarefa de ser um referencial para que gerações atuais e vindouras conheçam e reverenciem a imigração alemã. “Do mesmo modo que estamos repassando a memória daqueles que nos antecederam e produziram juntos com outras valorosas etnias que aqui se estabeleceram as transformações profundas para o nosso Estado do Paraná ser o que ele é hoje”, ressaltou Witeck.

Atrações

Atores do grupo de teatro Danunó (formados pelas oficinas da secretaria de Cultura de Rolândia) recebiam os convidados trajados à moda antiga, retratando a capa do livro. Também na recepção os grupos Rotkappen e Weisser Schwam. A renomada cantora lírica Ingrid Huhmann e o pianista Luis Garcia deram o tom musical à cerimônia, cantando compositores alemães como Bach, Wagner, Brahms. O coquetel da Kronis Gastronomia, Planejamento e Realização de Eventos, de Heidrun Kronnenberg Friede e Karin Kronnenberg, brindou a todos com um cardápio diferenciado da culinária alemã.

fonte:

Portal Rolândia

« Voltar Portelinha entre os atores com trajes de época
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Compartilhe Instagram

Notícias Relacionadas